iPhone 8 retoma posto de celular mais vendido no mundo para a Apple

Depois de perder o posto de celular mais vendido do mundo para a Samsung, a Apple agora o recupera e está no topo do ranking novamente. O smartphone mais vendido atualmente é o iPhone 8, que jogou o Galaxy S9 para a segunda posição.

Os dados sempre são divulgados com um certo atraso pela Counterpoint Research, que na última vez que soltou os números da venda de smartphones ao redor do mundo, eram referentes ao mês de abril. Naquele relatório, o Galaxy S9 Plus estava em primeiro lugar e tinha acabado de tomar a posição que era do iPhone X.

Agora a Apple deu o troco e retomou o posto, não com o iPhone X, mas com o iPhone 8 que jogou o Galaxy S9 Plus para o segundo lugar. Confira mais abaixo os últimos dados anunciados pela Counterpoint Research.

TOP 10

Segundo a Counterpoint Research, estes são os celulares mais vendidos no mundo atualmente:

  1. iPhone 8 (Apple) – 2.4%
  2. Galaxy S9 Plus (Samsung) – 2.4%
  3. iPhone X (Apple) – 2.3%
  4. Redmi 5A (Xiaomi) – 2.2%
  5. iPhone 8 Plus (Apple) – 2.1%
  6. Galaxy S9 (Samsung) – 2.1%
  7. P20 Lite (Huawei) – 1.4%
  8. X21 (Vivo) – 1.4%
  9. Redmi 5 Plus (Xiaomi) – 1.3%
  10. A83 (OPPO) – 1.2%

Observação: o critério de desempate foi devido a Apple ter 3 modelos no ranking, enquanto a Samsung tem apenas dois.

É interessante notar que, das marcas dos smartphones que as pessoas mais compram ao redor do planeta, metade é chinesa. Outro dado interessante é perceber que no Top 10, não tem marcas consagradas aqui no Brasil, como a Motorola, LG, Sony e Asus.

Os dados também mostram a força dos aparelhos da Samsung e da Apple que, juntas, ocupam metade das posições do ranking dos celulares mais vendidos em todo o mundo.

    
Artigos relacionados!

Mauro

Fundador do site Planetim e do blog 'Planet In'. Sou colaborador do blog Seletos. Ensino dicas para você usar melhor o Windows 10 e celulares (Android e iOS). Também escrevo sobre assuntos que acho legal, divertido ou interessante. Trabalho na internet desde 2007.

Comentários