Numero de mortos pela gripe suína (H1N1) explode em São Paulo

O número de mortos por causa da gripe H1N1 em São Paulo, já é maior do que em todo o ano passado. Em todo o Brasil, os números também são preocupantes, mais de 800 mortes.

A gripe suína, um tipo de influenza causado pelo vírus H1N1, é uma doença causada pela mutação do vírus da gripe. Os sintomas são parecido com os da gripe comum, mas ela pode evoluir para um quadro mais grave, podendo levar à morte, por isso a importância de tomar a vacina para se proteger.

O aumento dos casos se deve exatamente pela baixa procura para tomar a vacina contra o vírus influenza, causador da gripe. A procura está menor que o esperado em todos os estados, mesmo sendo oferecida gratuitamente nos postos de saúde.

Os números da gripe suína em São Paulo

A prefeitura de São Paulo está montando postos volantes de vacinação contra a gripe e febre amarela para aumentar a adesão da população à vacinação. A meta é vacinar 90% das pessoas do público alvo, mas até agora, só atingiu 78,8% da população.

No ano passado, apenas uma pessoa morreu em decorrência de complicações devido ao vírus da gripe H1N1 em São Paulo. Este ano, o número de mortos já subiu para 42 casos fatais e ainda estamos na metade do ano.

Pelo tamanho de São Paulo, pode parecer pouco, mas lembre-se de que esses óbitos são apenas no estado de São Paulo e por uma doença que tem vacinação gratuita oferecida pelo governo.

Os números da gripe H1N1 no Brasil

O Ministério da Saúde divulgou em seu último boletim que, em 2018, já foram registrados 4.680 casos da perigosa gripe em todo o país, com 839 mortes.

Estes são os estados que mais tiveram casos de gripe H1N1:

  • São Paulo – 1.702
  • Paraná – 432
  • Goiás – 378
  • Ceará – 376

Estes são os estados que tiveram a menor procura pela vacinação:

  • Roraima – 67,1%
  • Rio de Janeiro – 77,9%
  • Acre – 79,1%

Os médicos reforçam a importância de tomar a vacina, pois quem não toma, coloca em risco a própria vida e a de outras pessoas, pois uma pessoa vacinada, acaba protegendo indiretamente quem não tomou.

Se você tem alguma dúvida sobre a gripe H1N1, acesse essa página da Fiocruz: Gripe H1N1: dúvidas frequentes sobre a vacinação

    
Artigos relacionados!

Mauro

Fundador do site Planetim e do blog 'Planet In'. Sou colaborador do blog Seletos. Ensino dicas para você usar melhor o Windows 10 e celulares (Android e iOS). Também escrevo sobre assuntos que acho legal, divertido ou interessante. Trabalho na internet desde 2007.

Comentários