ESA liberou todas as fotos que a sonda Rosetta fez do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko

A ESA disponibilizou gratuitamente todas as fotos que a sonda Rosetta fez do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko. O acervo conta com quase 100.000 imagens em alta resolução que a sonda fez durante sua missão de pouco mais de 14 anos no espaço.

Se você não lembra do 67P/Churyumov-Gerasimenko, ele é aquele cometa com formato único, intrigante e que tem essa imagem impressionante mostrando o tamanho dele comparado à cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos.

Os cometas são as ‘sobras’ da formação do Sistema Solar. Quando os planetas estavam se formando, alguns objetos foram ejetados para muito longe e, por ficarem distantes do Sol, acabaram guardando informações importantes sobre como era a composição do Sistema Solar no início de sua formação.

A missão da sonda Rosetta da ESA (Agência Espacial Europeia) era orbitar o cometa, fazer imagens e colher dados sobre o gás, a poeira e o plasma dele, para isso, ela contava com vários instrumentos científicos a bordo.

Ela também tinha a ambiciosa missão de pousar o módulo Philae, mas infelizmente, não foi bem-sucedida. Como a gravidade do cometa é pequena, ao tocar no solo do cometa, o módulo ‘quicou’ várias vezes e acabou parando em um local de difícil acesso, perdendo o contato com a agência.

Durante muito tempo, não se soube o local onde o Philae estava, mas no último pacote de imagens, eles o encontraram e esta é a imagem de seu paradeiro. É lá que ele vai ficar durante muitos séculos, quiçá milênios.

Depois de terminar o envio das imagens, a sonda Rosetta tinha como última missão, pousar no cometa e ir tirando fotos enquanto descia. Esta foto abaixo é a última feita pela Rosetta, a apenas 20 metros da superfície do 67P/Churyumov-Gerasimenko.

A imagem mais próxima feita pela Rosseta é a que está na parte de baixo, do lado esquerdo, com o contorno vermelho

A câmera encarregada de fazer as imagens, a OSIRIS, tem uma resolução fantástica, mas foi feita para tirar fotografias de longe, enquanto orbitava o cometa, por isso a última imagem ficou um pouco ‘borrada’.

Pelas imagens que ilustram este post, dá para ver que tem muita foto interessante no banco de imagens que a ESA disponibilizou. E tudo isso de graça, apenas sob a licença Creative Commons.

Para ver todas as fotos que a sonda Rosetta fez do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, acesse: ESA Archive Image Browser

Chega a ser assustador saber que tem objetos com esse tamanho, e até maiores, vagando soltos pelo espaço e que viajam a uma velocidade de dezenas de vezes mais rápido que uma bala o.O

    
Artigos relacionados!

Mauro

Fundador do site Planetim e do blog 'Planet In'. Sou colaborador do blog Seletos. Ensino dicas para você usar melhor o Windows 10 e celulares (Android e iOS). Também escrevo sobre assuntos que acho legal, divertido ou interessante. Trabalho na internet desde 2007.

Comentários