Bolsonaro não convida presidente da Venezuela para a cerimônia de posse

O futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, confirmou que Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, não foi convidado para a posse de Jair Bolsonaro que acontecerá no dia 1º de Janeiro de 2019.

Segundo o embaixador, “não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira”. O futuro ministro disse que a decisão foi tomada em “respeito ao povo venezuelano”.

Além de não convidar Maduro para a posse, o futuro chanceler afirma que “todos os países do mundo devem deixar de apoiá-lo e unir-se para libertar a Venezuela”. O comunicado foi feito em sua conta oficial no Twitter, confira a publicação completa:

Como sempre acontece, a cerimônia de posse do novo presidente eleito vai contar com a presença de chefes de Estado de vários países, principalmente dos nossos vizinhos sul-americanos.

Havia uma grande expectativa da equipe do novo governo se Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, estaria presente, mas ele já avisou que não virá, mesmo com o forte esquema de segurança.

Estima-se que um milhão de pessoas compareçam a cerimônia de posse de Jair Bolsonaro, confira:

    
Artigos relacionados!

Mauro

Fundador do site Planetim e do blog 'Planet In'. Sou colaborador do blog Seletos. Ensino dicas para você usar melhor o Windows 10 e celulares (Android e iOS). Também escrevo sobre assuntos que acho legal, divertido ou interessante. Trabalho na internet desde 2007.

Comentários