Os extremos do Universo: a maior e a menor estrela já descobertas

O Universo é um lugar de extremos. Descubra qual é a maior e a menor estrela já descoberta pelos telescópios terrestres. Você vai se surpreender com a descoberta dos astrônomos nos dois casos!

A surpresa é pelo tamanho exagerado da maior, que é muito maior do que a maioria imagina ser possível e a menor que é tão pequena quanto um planeta.

A gigante!

Nós já falamos deste gigante galáctico aqui. UY Scuti, a hipergigante vermelha que tomou o posto de maior estrela do Universo de VY Canis Majoris. A atual recordista está localizada na Constelação de Scutum, há 9.500 anos-luz da Terra.

UY Scuti, a maior estrela já descoberta, tem um raio 1.708 vezes o raio do Sol. A foto acima mostra o tamanho do Sol comparado ao monstruoso astro. Dá para ver que o termo hipergigante não é utilizado à toa.

A colossal circunferência de UY Scuti é de 7,5 bilhões de quilômetros. Se colocassem este gigante no centro do Sistema Solar, sua superfície quase tocaria a órbita de Saturno.

Este vídeo é antigo, mas é sempre bom lembrar quando se fala de estrelas gigantes:

A minúscula!

A pequenina estrela não tem nome, injustamente conhecida apenas por EBLM J0555-57Ab, a menor estrela do Universo (pelo menos a menor conhecida até agora) tem quase o mesmo tamanho de Saturno e é menor que Júpiter.

EBLM J0555-57Ab está localizada a 600 anos-luz da Terra. Sua massa é de apenas 8,1% da massa do Sol. Ela está muito próximo do limite de matéria necessário para desencadear o processo de fusão nuclear que caracteriza uma estrela.

Um pouquinho menos massa e ela se tornaria uma anã-marrom. Anã-marrons são estrelas que não conseguiram juntar massa suficiente para iniciar a fusão nuclear. Elas são muito quentes, mas não brilham pois a gravidade não é forte o suficiente para iniciar a fusão nuclear.

A busca continua

Lembre-se que estes são os conhecidos, é mais do que certo que existem astros maiores e menores esperando para serem descobertos. Mas não espere que sejam encontrados algo muito além dos recordistas apresentados aqui.

Existe um tamanho máximo e mínimo para que uma estrela possa existir e UY Scuti e EBLM J0555-57Ab estão muito próximo deste limite.

Artigos relacionados!

Mauro

Fundador do site Planetim e do blog 'Planet In'. Sou colaborador do blog Seletos. Ensino dicas para você usar melhor o Windows 10 e celulares (Android e iOS). Também escrevo sobre assuntos que acho legal, divertido ou interessante. Trabalho na internet desde 2007.

Comentários